O day after

Ezany Condessa Pereira*

No último 29 de setembro ocorreu, em Viamão, o 23° aniversário da Fazenda do Senhor Jesus, fato que me permitiu tecer algumas considerações, a partir de manifestações emitidas por um grupo de residentes a respeito daquele magnífico dia de comemoração.

Na prática da Espiritualidade subseqüente àquele evento, e da qual eu participava, havia cerca de vinte jovens. Enquanto alguns se postavam contidos, onze decidiram se manifestar. Em seus relatos identificaram o futebol, o cabo de guerra e a corrida do saco como as atividades que mais gostaram de praticar. Observe-se que o restante do grupo de residentes se encontrava com o Walmor Goulart, na reunião de Catequese.

Quando questionados a respeito do que mais lhes serviu como ensinamento para suas recuperações, alinharam as questões relativas à alegria, à descontração, às competições sadias — com disciplina e prazer —, reportando que tais competições lhes traziam uma nova forma de sentir exultação, agora sem uso de substâncias químicas.

Fizeram questão de enfatizar que o cabo de guerra e a corrida do saco os reportavam às suas infâncias, uma época muito boa e de ótimas lembranças.

Chamou-me atenção a observação de um deles a respeito do cabo de guerra:

— O lado forte do cabo é que tenho que me unir, com determinação, para fazer vencer meu lado bom, trabalhado com um Grupo Forte!

Dentro desta questão, concluiu citando o NAREP, o Núcleo de Apoio e Ressocialização Pessoal, fato que permitiu a outro residente citar, em tom agradecido, que se trata de um grupo de colaboradores solidários.

Dentre outras questões, somente um manifestou-se a respeito da qualidade da comida. Outros acharam por bem enaltecer a hora do chimarrão e a hora de papo sobre a tradição.

No que se refere aos Sentimentos, observaram que a FSJ estava de luto pela morte de nosso querido Diretor de Recuperação, o Érington Szekir. Lembrando o fato, um deles tomou a decisão de rezar por todos os voluntários da PACTO que já haviam partido.Todavia, fizeram questão de frisar que não deixavam de se alegrar, enaltecendo as lições de camaradagem e de competitividade que estavam a usufruir.

Ao final daquele estimulante encontro pude concluir que, de um modo geral, os rapazes estão se empenhando, e pontuando suas conquistas, a partir do forte interesse em levar adiante suas recuperações, agora entendidas como um ‘objeto de prazer’.

Diante de tal testemunho, percebi ser muito importante a mudança de “foco” na forma de se divertirem, agora com sobriedade, estabelecendo, então, uma nova concepção de prazer. Concluí com alegria que sua alimentação estava num segundo plano. O que valia, no presente, eram seus sentimentos e sua maneira alegre e solidária de se divertir “de cara”.

Nesta valorização dos sentimentos lembraram os ausentes, momento intermediado por uma oração, não se esquecendo de rogar pela morte dos que doaram suas vidas pelo próximo, a exemplo de Jesus Cristo.

Em paralelo, o grupo enalteceu as boas lembranças de suas infâncias, seu aprendizado nas competições propostas para aquele dia, acabando por ressaltar, com ênfase, a importância da participação. O grupo deu destaque, também, a possibilidade de levar à frente o hábito de sorver o chimarrão, algo diretamente relacionado às suas tradições, e que lhes permitia a boa prática da solidariedade.

Ao final daquela gratificante reunião de Espiritualidade, o grupo lamentou o fato de eu não ter tido a oportunidade de me fazer presente naquele dia tão significativo, para eles e para a nossa instituição. Contudo, fiquei comovida por aquele day after, o qual — para mim — resultou na melhor parte, ao poder identificar que a memória química está dando lugar para o prazer da recuperação, de novos valores e renovados sentimentos, sem deixar de relevar que o empenho pessoal de cada um, em primeiro lugar, o comprometimento da Equipe de Assistência Técnica e do Voluntariado, e da louvável Equipe de Monitores, acabam, de forma inequívoca, por solidificar sua recuperação.

*Voluntária da PACTO.

Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *


5 × dois =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.